Arquitetura e Decoração

Plantas repelentes: o paisagismo ajudando no seu bem-estar
Data
06
Fevereiro
2018

Plantas repelentes: o paisagismo ajudando no seu bem-estar

O calor chegou! E com ele, os mosquitos, que adoram perturbar o nosso sossego, picar e deixar nossa pele coçando. Ninguém merece, não é mesmo? E aí nos vemos obrigados a usar os inseticidas, os repelentes... Mas você sabia que o paisagismo também pode ajudar nessa tarefa?
 
Alguns tipos específicos de plantas ajudam a espantar os mosquitos que aparecem nessa época do ano, tornando muito mais agradável aqueles momentos de tranquilidade no jardim ou varandas. A campeã para este fim é a citronela, que pode ser plantada em vasos, canteiros ou jardineiras, desde que tenha sol pleno. O aroma da planta espanta inclusive pulgas e carrapatos, sendo também amigável para o seu pet – saiba mais sobre jardins para pets clicando aqui.
 
Outras plantas repelentes são a lavanda, que embeleza e perfuma o ambiente, o manjericão e o alecrim, que ainda podem ajudar nas receitas da cozinha.
 
Todas essas plantas são de médio porte e podem ser usadas em pontos estratégicos do jardim, misturadas a outras plantas, conferindo beleza e elegância à sua área verde e servindo de repelente natural.
 
O cultivo de todas requer sol pleno, e a adubação pode ser a cada dois meses, utilizando adubos orgânicos como húmus de minhoca, farinha de ossos ou torta de mamona.
 
Experimente e veja o resultado!
 
Por Marisa Lima, paisagista.